ISTOÉ Gente

Simony rebate críticas por não usar máscara: “Menos mimimi antes de julgar as pessoas”

Crédito: Reprodução/Instagram

A cantora Simony foi criticada por alguns seguidores na rede social após ser coroada no último sábado (01) como rainha de bateria da Unidos do Peruche do Carnaval 2021, e ter retirado a máscara de proteção contra o novo coronavírus durante o evento.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Para esclarecer o ocorrido, ela fez uma série de stories no Instagram e se pronunciou sobre os ataques que recebeu: “Tirei a máscara apenas para receber a coroa e para sambar um pouco lá na frente. Depois, eu coloquei a máscara de novo. Então, vocês não venham dizer que eu sou irresponsável, que não me importo com tanta gente que morre. Menos mimimi. Antes de julgar as pessoas. Eu ando com meu produto, eu espirro no pé, em mim e quem estiver perto. Não venha dizer que sou irresponsável, porque não sou. Eu não saio de casa para nada. E vim simplesmente cumprir um papel que tinha que cumprir, com toda a segurança”, disse.

Veja também

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea