Esportes

Simona Halep vence a 16ª seguida e avança à terceira rodada em Roland Garros

Maior favorita ao título em Roland Garros e em um grande momento na temporada, a romena Simona Halep confirmou o seu favoritismo nesta quarta-feira e garantiu a classificação à terceira rodada do Grand Slam que está sendo disputado em Paris, na França. Em sua 16.ª vitória seguida no circuito profissional, a atual número 2 do mundo bateu a compatriota Irina Camélia Begu, 72.ª do ranking da WTA, por 2 sets a 0, com as parciais de 6/3 e 6/4.

Desde o retorno das competições em agosto, após paralisação do circuito por cinco meses devido à pandemia do novo coronavírus, Halep não perdeu. Sua série de vitórias começou ainda antes da parada, em fevereiro, quando conquistou o título do Torneio de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Na volta, ganhou em Praga, na República Checa, não jogou o US Open nos Estados Unidos e venceu há duas semanas em Roma, na Itália. Como a australiana Ashleigh Barty, número 1 do mundo e atual campeã, preferiu não jogar em Paris, a romena é a principal cabeça de chave.

Na terceira rodada, Halep irá reencontrar a americana Amanda Anisimova, que foi a sua algoz nas quartas de final de Roland Garros no ano passado. Nesta quarta-feira, a tenista dos Estados Unidos, de 19 anos e atual 29.ª colocada do ranking, venceu a compatriota Bernarda Pera por 2 sets a 0, com as parciais de 6/2 e 6/0.

Quem deu adeus precoce em Paris, muito por causa do saibro lento, foi a bielo-russa Victoria Azarenka. A finalista do US Open, que também tinha feito boa campanha em Roma, não teve qualquer chance diante da eslovaca Anna Karolina Schmiedlova, a número 161 do ranking, caindo por duplo 6/2. Na próxima fase, a tenista da Eslováquia enfrentará a argentina Nadia Podoroska, vinda do qualifying, que surpreendeu a casaque Yulia Putintseva, cabeça 23, por 2 sets a 1 – parciais de 6/3, 1/6 e 6/2.

OUTROS JOGOS – A ucraniana Elina Svitolina, número 5 do mundo, foi outra que não teve vida fácil, mas venceu nesta quarta-feira. Ela chegou a levar um “pneu” da mexicana Renata Zarazua, que ocupa apenas o 178.º posto do ranking, mas depois retomou o domínio e fechou o jogo por 2 sets a 1 – com parciais de 6/3, 0/6 e 6/2. Sua adversária em busca das oitavas de final será a russa Ekaterina Alexandrova.

Mas quem sofreu mesmo foi a holandesa Kiki Bertens. Exausta diante da batalha de 3 horas e 11 minutos diante da italiana Sara Errani, vencida por 2 sets a 1 – parciais de 7/6 (7/5), 3/6 e 9/7 -, a cabeça 5 em Roland Garros teve uma crise de cãibras logo ao chegar à cadeira, precisou de assistência médica e foi retirada de quadra com cadeira de rodas.

Em certo momento da intensa disputa no terceiro set, a italiana ironizou a holandesa, alegando que a rival estaria simulando dores e paralisando demasiadamente a partida. O jogo teve 267 pontos disputados.

Outras tenistas classificadas à tardeira rodada em Roland Garros são as checas Barbora Krejcikova e Katerina Siniakova, a canadense Eugenie Bouchard, a polonesa Iga Swiatek, a grega Maria Sakkari (cabeça 20) e a belga Elise Mertens (cabeça 16).

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Vídeo do TikTok com mulher sendo empurrada de ônibus viraliza; veja

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar