ISTOÉ Gente

Sikêra Jr. pede indenização de R$ 100 mil a ativista LGBTQIA+ por se sentir ‘caçado’

Sikêra Jr. pede indenização de R$ 100 mil a ativista LGBTQIA+ por se sentir ‘caçado’

Após xingar a comunidade LGBTQIA+ em seu programa na Rede TV!, Sikêra Jr. entrou com uma ação contra Agripino Magalhães, afirmando estar sendo perseguido pelo ativista, além de ser vítima de “comentários vexatórios nas redes sociais”. O apresentador pede indenização de R$ 100 mil por danos morais.

‘Homem ou mulher, a idade não importa’, diz Susan Sarandon em busca de novo amor

Mayra Cardi queima bolsa de quase R$ 10 mil ao colocar panela em cima: ‘Tô nem aí’

A briga entre os dois já é antiga, e começou quando Sikêra afirmou, ao vivo, que os homossexuais eram “uma raça desgraçada”. Depois de diversos ataques à comunidade LGBTQIA+ e a Agripino, o apresentador foi denunciado ao Ministério Público de São Paulo por homofobia. O ativista fez outra denúncia contra Sikêra em maio deste ano, acusando o jornalista de chamá-lo de “suplente baitola”.