Realizado na última sexta-feira (11), em São Paulo, com transmissão para quase 100 países, o SFT – PFL International Qualifier Series Brasil consagrou Paulo Laia como grande campeão do GP peso-leve – fruto de uma parceria de sucesso inédita entre o SFT Combat, um dos maiores eventos do Brasil, e a PFL MMA, referência internacional.

Natural do Rio de Janeiro, Paulo Laia derrotou Ednilson CaiCai por decisão unânime e Magnus Conrado por nocaute – este na luta principal – para faturar o título do GP, além de uma vaga no PFL Challenger Series, torneio que dá ao atleta uma chance de fazer parte da temporada 2023 da PFL e disputar o prêmio de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,2 milhões) dado aos campeões.

Presidente do SFT, David Hudson destacou o sucesso do evento, além da conquista de Paulo Laia, que atualmente aos 30 anos, nasceu surdo e mudo, mas venceu na vida para brilhar através das artes marciais mistas.

– Esse evento foi não só o grande evento do SFT, mas do MMA nacional, com visibilidade para o mundo, mostrando a qualidade dos nossos atletas. O próprio Paulo Laia é um lutador surdo e mudo, que saiu da favela do Rio e agora terá a chance de brilhar em um palco internacional. Uma verdadeira história de sucesso e superação – celebrou David.

No co-main event, em duelo Brasil x Argentina no MMA, o baiano Marcio Velaminho venceu Juan Pablo Varela por decisão unânime dos jurados e chegou ao seu segundo triunfo seguido no SFT. Antes, Vinicius Moraes superou Kauã Fonseca na modalidade Xtreme, enquanto no MMA, Helinton Santos despachou Betão Nogueira por nocaute técnico.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

GP peso-leve consagra Paulo Laia

Reunindo quatro dos melhores lutadores do país na categoria até 70kg, o GP peso-leve do SFT – PFL International Qualifier Series Brasil começou com vitórias de Paulo Laia sobre Ednilson CaiCai por unanimidade e Magnus Conrado contra Fabricio Bakai via finalização com um mata-leão. Já na luta reserva, Guido Santos finalizou Luis Fernando com um justo armlock.

Na finalíssima do GP, Paulo Laia precisou de apenas 17 segundos para atropelar Magnus, faturar o título e uma vaga no PFL Challenger Series 2023. De quebra, o lutador carioca ainda anotou o nocaute mais rápido da história do SFT.

RESULTADOS COMPLETOS:

SFT – PFL International Qualifier Series Brasil
Ginásio do Clube São Paulo, em São Paulo
Sexta-feira, 11 de novembro de 2022

Paulo Laia derrotou Magnus Conrado por nocaute no 1R (final GP peso-leve)
Marcio Velaminho derrotou Juan Pablo por decisão unânime (MMA)
Vinicius Moraes derrotou Kauã Fonseca por decisão unânime (Xtreme)
Helinton Santos derrotou Betão Nogueira por nocaute técnico no 2R (MMA)
Guido Santos finalizou Luis Fernando com um armlock no 1R (luta reserva GP peso-leve)
Magnus Conrado finalizou Fabricio Bakai com um mata-leão no 1R (semifinal GP peso-leve)
Paulo Laia derrotou Ednilson CaiCai por decisão unânime (semifinal GP peso-leve)
Rene Soldado finalizou Paulo Roberto com uma guilhotina (grappling)
Leandro Compri derrotou Thiago da Silva por pontos (grappling)


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias