Esportes

Sevilla empata sem gols com Lyon e avança na Liga dos Campeões; Juventus vence

Em um jogo emocionante, com chances claras de gol para cada lado – mas nada de a bola entrar -, o Sevilla empatou por 0 a 0 com o Lyon, no Stade de Lyon, na França, e conseguiu a classificação às oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. Com 11 pontos, três a mais que os franceses, o time espanhol ficou na segunda colocação do Grupo H, que teve a Juventus na liderança – os italianos bateram o lanterna e eliminado Dínamo Zagreb por 2 a 0, em Turim.

A partida em Lyon, como era de se esperar, foi tensa. Pelos critérios de desempate, o time da casa precisava de qualquer vitória para conseguir a classificação e foi para cima logo de cara. Isso permitiu que o Sevilla tivesse espaço para alguns contra-ataques e, em um deles, quase abriu o placar. Aos 19 minutos, Vitolo avançou pela esquerda e chutou cruzado e rasteiro na saída do goleiro Anthony Lopes. A bola bateu na trave esquerda e saiu.

O susto não intimidou o Lyon, que seguiu fazendo pressão sobre o Sevilla. Antes do intervalo, teve duas oportunidades de gol concluídas no travessão. Aos 24 minutos, Corentin Tolisso cabeceou no chão, a bola subiu e bateu no poste superior da meta defendida por Sergio Rico. Aos 37, foi a vez do meia Mathieu Valbuena ver a bola bater no travessão após um chute colocado.

Para o segundo tempo, o técnico do Sevilla, o argentino Jorge Sampaoli, apostou na segurança e fez seu time ficar mais na defensiva. O Lyon ficou com a bola por mais tempo, mas não conseguiu a efetividade necessária para marcar ao menos uma vez e se classificar. Resta agora o consolo de jogar a Liga Europa, torneio em que o rival espanhol é o atual tricampeão.

Já na Itália, a Juventus venceu mesmo utilizando um time misto. Já classificada, a equipe de Turim precisava de uma simples vitória para garantir a liderança da chave. E ela veio com naturalidade no segundo tempo, depois de uma primeira etapa muito fraca tecnicamente. Aos sete minutos, o centroavante argentino Gonzalo Higuain marcou o seu. E, aos 28, o zagueiro Daniele Rugani fez o segundo. O Dínamo Zagreb, pior time da fase de grupos, se despede com seis derrotas em seis jogos, 15 gols sofridos e nenhum marcado.