Esportes

Setién diz que não se envolve em polêmica no Barcelona: ‘Não sou pai de ninguém’

O clima nos bastidores do Barcelona esquentou nos últimos dias. Na terça-feira, uma crise foi escancarada com as críticas abertas do craque argentino Lionel Messi sobre as declarações do secretário técnico e ex-jogador francês Eric Abidal, que insinuou corpo mole do elenco com o técnico Ernesto Valverde, demitido no mês passado. Nesta quarta, o atual treinador Quique Setién conversou com os jornalistas e não quis saber de polêmica.

“Messi tem a experiência e a capacidade de decidir o que ele deve fazer ou não. Eu já mencionei isso quando você me perguntou sobre Piqué, eu não sou o pai de ninguém”, disse Setién, visivelmente chateado com a insistência nas perguntas porque a entrevista coletiva era sobre a partida desta quinta-feira contra o Athletic Bilbao, no País Basco, pelas quartas de final da Copa do Rei.

“Essa é uma situação que afeta vocês, não a mim. Eu me concentro no que tenho que me concentrar, que é o futebol. Aqui o único que me interessa é dar aos meus jogadores as ferramentas necessárias para que eles possam desenvolver tudo o que têm. Todo o restante não me interessa. De verdade. Não me interessa. Já sei que há problemas em qualquer clube como esse. Em todos clubes do mundo. Tenho certeza. Mas há coisas que eu nunca poderei controlar”, afirmou.

“Messi já tem a experiência e a capacidade para decidir sobre as coisas que tem ou não que fazer. Eu não vou me meter na vida de Messi, nem na vida de ninguém”, acrescentou o treinador.

Sobre outros assuntos, Setién se mostrou triste pela lesão muscular na coxa direita do atacante francês Dembélé, que poderá perder até a disputa da Eurocopa no meio deste ano. “Estou muito preocupado com Dembélé. Ele é um garoto extraordinário que realmente queria voltar e agora estará fora por cinco ou três meses”, comentou.