Geral

Sete modalidades abrem Paralimpíada de Tóquio no ano que vem

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio divulgou nesta segunda-feira (3) o cronograma das Paralimpíadas, que serão realizadas entre 24 de agosto e 5 de setembro de 2021. As disputas na capital japonesa começam para valer no dia 25, com cinco modalidades: goalball, natação, tênis de mesa, basquete em cadeira de rodas e esgrima em cadeira de rodas. As competições terão início 9h, no horário local, ou seja, 21h no Brasil, no horário de Brasília. Ao longo do dia, também haverá provas de ciclismo de pista e o início do rugby em cadeira de rodas.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

A expectativa é que a primeira medalha saia no ciclismo, na perseguição individual feminina (3 Km) pela classe C1-3 (atletas com deficiência físico-motora e amputados), no velódromo de Izu, cidade a cerca de 130 quilômetros de Tóquio. A modalidade ainda terá outras três provas valendo pódio no mesmo dia. Ainda haverá disputas por medalha na natação (16) e na esgrima (quatro).

Das novas modalidades paralímpicas, o badminton será a primeira a debutar em Tóquio, em 1º de setembro. No dia seguinte, será a estreia do taekwondo. Já no último dia dos Jogos, além da cerimônia de encerramento, haverá as disputas finais de atletismo (provas de maratona), badminton, tiro esportivo, vôlei sentado feminino e basquete em cadeira de rodas masculino.

Serão 539 eventos de 22 modalidades. O atletismo, com 167 provas, é o esporte que mais distribuirá medalhas. O dia 29 de agosto, um domingo, é o que concentrará mais brigas pelo  pódio em Tóquio: 63 disputas, sendo 20 no atletismo, 13 na natação, cinco no judô, quatro no remo, quatro no triatlo e uma no rugby para cadeirantes.

“O anúncio do cronograma de competições é sempre um marco para toda Paralimpíada. Com um ano pela frente, os atletas podem, agora, saber quando competirão e os espectadores terão como se planejarem para quais eventos assistir, pessoalmente ou pela televisão”, declarou Andrew Parsons, presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, sigla em inglês), em comunicado oficial da entidade.

Olimpíada

O cronograma oficial da Olimpíada de Tóquio havia sido divulgado no último dia 22 de julho. Apesar de a cerimônia de abertura estar programada para 23 de julho do próximo ano, as disputas terão início dois dias antes. No dia 21, às 9h, no horário local (21h do dia 20, no horário de Brasília), o duelo entre Austrália e Japão, pelo softbol, abre os Jogos na cidade de Fukushima, a 240 quilômetros da capital japonesa. No mesmo dia, está previsto o começo do futebol feminino. O Brasil é um dos países classificados.

A Olimpíada de 2021 seguirá até 8 de agosto, com as maratonas masculina e feminina e as finais de basquete feminino, boxe, ciclismo de pista, handebol feminino, ginástica rítmica, vôlei feminino e polo aquático masculino, além da cerimônia de encerramento. Ao todo, serão 339 eventos valendo medalha em 33 modalidades.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea