Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A primeira sessão plenária para avaliar a admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, com 34 horas de duração, foi a maior da história da Câmara dos Deputados, de acordo com a Secretaria-Geral da Mesa. A sessão começou às 8h55 da sexta-feira, 15, e foi encerrada às 18h55 deste sábado, 16, reservada apenas para pronunciamentos de lideranças de partidos políticos.

O recorde anterior foi a sessão que aprovou a Medida Provisória (MP) dos Portos, com 22 horas de duração, em 2013.

Às 19 horas, começou a sessão reservada para discursos avulsos de parlamentares, que tem um prazo de cinco horas para ser encerrada. Caso isso ocorra e se nem todos os parlamentares falarem no período regimental, outras sessões consecutivas serão convocadas e terão o mesmo tempo.

A previsão é de que até as 11 horas de domingo os discursos sejam encerrados, pois há um acordo de lideres pró-impeachment para abreviar os pronunciamentos, com o intuito de iniciar a sessão de votação do pedido às 14 horas.