Economia

Sessão de negócios encerra com Ibovespa em queda de 0,10%, aos 103.802,69 pontos

Sem um condutor no plano doméstico, como foi o andamento da reforma da Previdência na semana passada, o Ibovespa iniciou a segunda quinzena do mês à deriva. Nesse cenário, houve espaço para os investidores realizarem ganhos e também para mais compras, o que levou o índice à vista, pontualmente, para o nível dos 104,5 mil pontos na máxima do dia. Mas, na maior parte do pregão, o indicador se conteve ao redor da estabilidade.

A Bolsa fechou em queda de 0,10%, aos 103.802,69 pontos. E, mesmo em dia de

vencimento de opções sobre ações, o volume financeiro foi baixo em relação à média, de R$ 13,2 bilhões.

Para Marco Tulli Siqueira, gestor de renda variável da Coinvalores, com o recesso dos parlamentares – que oficialmente tem início dia 18 -, as oscilações do mercado acionário doméstico vão estar mais ligadas ao movimento dos índices das bolsas no exterior, principalmente em Nova York. Hoje mesmo, os movimentos indefinidos e, na maioria das vezes, ao redor da estabilidade, foram bem parecidos. “Algumas notícias sobre a Previdência podem mexer, mas nada muito significativo.”

Uma hora antes do fechamento, a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Simone Tebet (MDB-MS), previu 60 dias para que os senadores analisem a proposta de novas regras para a aposentadoria. Depois que for votado em segundo turno na Câmara, o texto precisa passar pelo Senado Federal. “Com 60 dias é um tempo confortável, agosto, setembro”, disse a senadora, que confirmou o nome do tucano Tasso Jereissati (CE) para ser o relator do texto. Para ela, que prevê que a proposta seja analisada na CCJ no prazo de três semanas a um mês, se a discussão for mais aprofundada na comissão, as novas regras passam mais facilmente no plenário.

Álvaro Bandeira, economista-chefe do banco digital Modalmais, também diz acreditar que o recesso parlamentar pode trazer menor volatilidade aos mercados. “Mas é certo que as pressões sobre a reforma da Previdência vão continuar”, afirmou em relatório.

Entre as blue chips, as ações ordinárias da Vale se destacaram em alta na sessão de hoje, encerrando com ganhos de 1,70%. Também no terreno positivo, as Units do Santander subiram 0,50%. Já Banco do Brasil ON, Itaú Unibanco PN e Bradesco PN tiveram queda de 0,60%, 0,27% e 0,42%, respectivamente.

Tópicos

bovespa