Geral

Servidor que voltar do exterior fará trabalho remoto por 7 dias

A Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital editou Instrução Normativa para orientar que os servidores e empregados públicos que realizarem viagens internacionais, a serviço ou privada, mesmo que não apresentem sintomas associados ao novo coronavírus, deverão executar suas atividades remotamente até o sétimo dia contado da data do seu retorno ao País.

A regra foi adicionada à IN anterior, que foi publicada ontem, que estabelece as orientações aos órgãos da administração pública federal quanto às medidas de proteção para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus. A regra determinava apenas que servidores que voltassem de viagens internacionais com sintomas da doença fizessem o trabalho remoto até o 14º dia do seu retorno ao País.

A nova IN está publicada em edição extra do Diário Oficial da União que circula nesta sexta-feira.

Veja também

+ Jacquin ensina a preparar menu para o Dia dos Namorados
+ Morre Erivan de Lima, lenda nacional do mountain bike brasileiro
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança