Geral

Sérgio Reis diz que encontrou comandantes das Forças no Planalto

Crédito: Reprodução/Instagram

Sérgio Reis (Crédito: Reprodução/Instagram)

O cantor Sérgio Reis afirmou que esteve em agosto no Palácio do Planalto a convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para almoçar. No evento, também estavam o cantor Eduardo Araújo e os comandantes das Forças.


De acordo com reportagem da CNN Brasil, as falas foram feitas durante depoimento que ele prestou à Polícia Federal no dia 25 de agosto. No entanto, ele negou que as manifestações do dia 7 de setembro tenham sido tratadas durante o almoço. Segundo ele, os presentes só conversaram sobre questões triviais.

O cantor também afirmou não ter falado sobre uma eventual ruptura institucional no Brasil e falou sobre o áudio que gravou no qual diz que os participantes do movimento de 7 de setembro iriam “invadir, quebrar tudo e tirar os ministros do Supremo na marra”.

Sobre o assunto, ele declarou que o áudio foi encaminhado a um amigo, e que acredita que esse amigo compartilhou esse áudio com terceiros. De acordo com ele, suas falas seriam apenas “força de expressão”. No áudio, o cantor afirma que tratou do assunto com os comandantes das Forças.

Procurado, o advogado de Sérgio Reis, Marcos Montemor, disse à reportagem da CNN Brasil que não poderia comentar porque o inquérito está sob sigilo. As assessorias das três Forças negam que os comandantes se encontraram com o cantor.