Economia

Serasa: demanda do consumidor por Crédito tem em agosto primeira alta em 6 meses


O Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito, mantido pela Serasa Experian, registrou sua primeira alta após seis quedas seguidas do índice. O crescimento de agosto, na comparação com o mesmo mês de 2019, foi de 0,7%. A expansão foi puxada pelo crescimento de 2,8% na região Sudeste, seguida da região Sul, com 0,4%. Já as regiões Centro-Oeste (-6,4%), Nordeste (-0,6%) e Norte (-0,5%) apresentaram retração na demanda.

De acordo com o economista da Serasa Experian Luiz Rabi, essa alta confirma que os impactos do isolamento social na procura por crédito ficaram para trás. “Esse avanço é muito importante e significa que o pior já passou, estamos retornando aos níveis anteriores a essa crise. As pessoas estão buscando crédito para renegociar dívidas e para investir, como por exemplo, em imóvel. Com a queda da taxa de juro, elas não só querem renegociar dívida, como também buscam melhores opções de investimentos e, nesse sentido, a aquisição de imóvel se torna uma boa opção”, avalia o economista.

Quando analisado por faixa de renda, o indicador mostra que houve apenas uma queda, entre os consumidores que ganham até R$ 500, o que corrobora a percepção de Rabi, de acordo com a Serasa Experian. A maior alta foi verificada entre os que ganham de R$ 2 mil a R$ 5 mil, com elevação de 1,2%.

Veja também
+ Corpo de jovem desaparecido é encontrado em caçamba de lixo
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Vídeo: família é flagrada colocando cabelo na comida para não pagar a conta
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio