Brasil

Sentença do sítio de Atibaia, que condenou Lula, chega ao TRF-4

Sentença do sítio de Atibaia, que condenou Lula, chega ao TRF-4

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva gesticula durante uma missa católica em memória de sua falecida esposa, Marisa Leticia, em São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo, Brasil, em 7 de abril de 2018 - AFP/Arquivos

A sentença que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela segunda vez na Lava Jato chegou na noite de quarta-feira (15) no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) em Porto Alegre. O tribunal é a segunda instância da Justiça Federal de Curitiba, onde Lula recebeu uma condenação no dia 6 de fevereiro. As informações são do UOL.

Lula recebeu pena de 12 anos e 11 meses por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do sítio de Atibaia. A sentença foi assinada por Gabriela Hardt, então juíza substituta da 13ª Vara Federal de Curitiba. A decisão em primeira instância precisa passar pelo julgamento de desembargados da 8ª Turma do TRF-4, mas não há previsão para a decisão.

João Pedro Gebran Neto, relator do caso no TRF-4, deve abrir prazo para manifestações dos réus e, na sequência, o Ministério Público Federal (MPF), autor da denúncia, é que deve se manifestar. O processo será julgado por Gebran Neto e outros dois desembargados, sendo a decisão final por maioria de votos.

A defesa de Lula nega as acusações sobre o sítio de Atibaia. De acordo com o Ministério Público Federal, Lula recebeu propina do Grupo Schain e das empreiteiras OAS e Odebrecht por meio da reforma e decoração do local. Outras 12 pessoas foram denunciadas no processo.

Tópicos

Lula sentença TRF-4