Mundo

Senado limita poder de Trump para ações militares contra Irã

NOVA YORK, 14 FEV (ANSA) – O Senado dos Estados Unidos, em uma votação bipartidária, dediciu limitar a autoridade do presidente Donald Trump para iniciar operações militares contra o Irã.   

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

De acordo com a medida elaborada pelo senador democrata Tim Kaine, a Casa Branca precisará solicitar uma autorização do Congresso antes de decidir qualquer ação militar contra Teerã.   

Na votação no Senado, onde a maioria é republicana, oito membros do partido se uniram aos democratas para a aprovar a resolução por 55 votos a 45. Os senadores republicanos que votaram a favor da resolução foram Mike Lee, Rand Paul, Susan Collins, Lamar Alexander, Bill Cassidy, Jerry Moran, Lisa Murkowski e Todd Young.   

O apoio dos senadores conservadores mostra publicamente o desacordo de alguns republicanos com a políticia de Trump em relação ao Irã, bem como a operação militar com drones encomedada no início de janeiro passado que matou uma das figuras mais importantes do governo iraniano, Qassam Soleimani.(ANSA)

Veja também

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea