Notícia

Senado francês prorroga Estado de Emergência para garantir segurança da Euro


O Senado da França aprovou nesta terça-feira a prorrogação do Estado de Emergência até o fim do mês de julho para garantir a segurança de dois grandes eventos esportivos, a Eurocopa de futebol e a tradicional Volta da França de ciclismo.

O projeto de lei do ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, foi aprovado com ampla maioria de 309 votos a favor e 30 contra, com os partidos comunista e ecologista se opondo à resolução.

“A comissão das leis considerou que o fato de a ameaça terrorista continuar elevada, como mostraram infelizmente os atentados de Bruxelas, em 22 de março, e a realização da Eurocopa dos dias 10 de junho a 10 de julho, e da Volta da França, de 2 a 24 de julho, justificam esta prorrogação”, explicou o Senado num comunicado.

O Estado de Emergência foi decretado depois dos atentados de 13 de novembro, que deixaram 130 mortos em Paris e Saint-Denis.

O projeto de lei, que prevê “a prorrogação por dois meses, a partir de 26 de maio”, será submetido a votação na câmara dos deputados, na semana que vem. A expectativa é que também seja aprovado com ampla maioria.


+ Homem que vivia ‘casado’ com a própria filha é preso após polícia investigar agressão contra criança
+ Família de Schumacher coloca mansão à venda por R$ 400 milhões
+ Pão de Queijo: faça uma das receitas mais gostosas do Brasil



“Não podemos achar que estamos a salvo, nem considerar que o perigo iminente que justificou, em novembro, a proclamação do estado de emergência, já não existe mais”, alertou Cazeneuve na semana passada.

“Os desafios de segurança serão complexos porque vamos receber um grande número de visitantes estrangeiros durante a Eurocopa”, enfatizou.

O Estado de Emergência chegou a ser contestado por permitir prisões em domicílios e batidas sem mandatos judiciais.

O recurso foi muito utilizado depois dos atentados de novembro, mas “não apresenta hoje o mesmo interesse operacional, já que a maioria dos locais identificados já foi alvo de investigações profundas”, justificou o ministro.

A Eurocopa, maior torneio de seleções do continente, reúne pela primeira vez equipes de 24 países, ao invés de 16 nas edições anteriores.

jlp/frd/sd/lg

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS