Economia

Senado aprova emenda e abre espaço para tabelamento permanente de juros do cartão

Os senadores aprovaram uma emenda abrindo espaço para o tabelamento permanente dos juros em operações de crédito com cartões. A medida prevê que o Conselho Monetário Nacional (CMN) regule o limite de juros no cartão, assim como fez com o cheque especial, para o período após a calamidade pública, que termina em 31 de dezembro deste ano.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

A emenda, proposta pela bancada do PT, foi aprovada dentro do projeto que limita as taxas do cartão e do cheque especial a 30% ao ano durante o período de calamidade pública pela covid-19, atualmente válida entre 20 de março e 31 de dezembro deste ano. A limitação dependerá ainda de votação na Câmara e, se passar, de sanção presidencial.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea