Esportes

Semana livre do Corinthians pode trazer ‘reforços’ para Dyego Coelho

Próximo jogo do Timão será apenas na próxima quarta-feira, ou seja, haverá tempo para descanso, para treinos táticos e para recuperação de jogadores que estão machucados

Semana livre do Corinthians pode trazer ‘reforços’ para Dyego Coelho

Após uma maratona de jogos e semanas turbulentas, o Corinthians folga nesta sexta-feira, com a tranquilidade de quem voltou a vencer no Brasileirão-2020. Mas isso só foi possível por conta de uma peculiaridade no calendário, que agora permite a Dyego Coelho uma semana livre para trabalhar com elenco, dar descanso aos atletas e poder ter o retorno de quem está fora de combate.

O Timão jogaria neste final de semana contra o Bahia, mas a Globo, detentora dos direitos de transmissão do campeonato, solicitou a antecipação do duelo para o meio da semana, por conta de sua grade de programação. O mesmo irá acontecer na próxima semana com o confronto diante do Sport. O espaço no calendário corintiano se dá pela eliminação precoce na Copa Libertadores, caso contrário, o Alvinegro teria compromisso pelo torneio continental nessas datas.

De uma maneira ou de outra, o importante é desfrutar dessa semana livre para Dyego Coelho ter tranquilidade para trabalhar e ajustar o que for necessário não só no contexto tático, mas também em termos físicos, como disse Fagner, na saída do campo após a importante vitória por 3 a 2 sobre o Bahia, na última quarta-feira. Para o lateral, é hora de descansar e fazer ajustes na equipe.

– O mais importante foi a vitória da maneira que foi, todo mundo se entregou, sai todo mundo morto, mas é assim que é, agora é corrigir algumas coisas, que a gente sabe que precisa melhorar, mas é bom corrigir quando a gente vence, então agora tem uma semana de descanso e treino para a gente recuperar para o jogo na próxima semana – analisou o camisa 23 do Timão.

Esse período maior entre um jogo e outro será benéfico para aqueles jogadores em atividade, que precisam do descanso, mas será importante também para recuperar aqueles que estão fora de combate neste momento, como são os casos de Boselli e Luan, que voltaram a treinar em campo na última quinta-feira, ainda acompanhados pelos fisioterapeutas do clube neste momento.

O argentino sofreu entorse no tornozelo direito e ficou fora dos últimos três jogos do Corinthians, já o meia-atacante teve um estiramento leve na coxa direita e está há quatro partidas fora da lista de relacionados. Ambos estão em tratamento com o deparamento médico do clube desde que sentiram os desconfortos e podem reaparecer diante do Sport na próxima semana.

Além do trabalho da comissão técnica, dos médicos e dos fisioterapeutas, um departamento que será importante nos próximos dias, aproveitando a semana livre, é o jurídico, que já entrou com pedido de efeito suspensivo no STJD para que Jô possa atuar na 12ª rodada. O centroavante levou dois jogos de suspensão e já cumpriu um. Com o efeito concedido, ele poderia atuar enquanto aguarda o julgamento da segunda instância no órgão.

Reforçado por essa peças e com a confiança adquirida pela vitória sobre o Bahia, que trouxe opções como os jovens Roni e Xavier, além da mobilidade no ataque, Dyego Coelho terá tempo de treinamento e algumas possibilidades de trabalhar variações táticas, o que só a tranquilidade e o espaço entre jogos pode permitir nesse momento. A semana traz novos horizontes ao Timão.

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar