Esportes

Sem jogar desde a temporada passada, Adebayor vira reforço de time da Turquia

Sem jogar desde quando deixou o Crystal Palace ao final da temporada passada do futebol europeu, Emmanuel Adebayor foi oficialmente apresentado, nesta terça-feira, como novo reforço do Istanbul Basaksehir. O atacante togolês assinou acordo para defender a equipe turca por um ano e meio.

Capitão da seleção do Togo e considerado o principal jogador da história do seu país, que ele defendeu nesta edição da Copa Africana de Nações, Adebayor está com 32 anos e na temporada passada teve uma passagem bastante discreta pelo Crystal Palace, com o qual marcou apenas um gol no futebol inglês.

Antes disso, Adebayor traçou carreira de sucesso na Europa, continente no qual se profissionalizou com a camisa do Metz, da França, antes de passar por Monaco, Arsenal, Manchester City, Real Madrid e Tottenham. Com o Monaco, chegou a ajudar o time a ser finalista da Liga dos Campeões, em 2004, feito que repetiu em 2006 pelo Arsenal, com o qual marcou 62 gols em 142 partidas entre 2006 e 2009.

Pela seleção togolesa, pela qual marcou 30 gols em 66 jogos disputados até hoje, o atacante brilhou com maior destaque ao balançar as redes por 11 vezes nas Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo de 2006, levando o seu país para uma classificação inédita para um Mundial, então realizado na Alemanha.

Mesmo sem clube, Adebayor foi convocado para defender o Togo nesta Copa Africana de Nações, mas não teve sucesso com o time nacional, eliminado já na primeira fase da competição que vem sendo realizada no Gabão, após duas derrotas e um empate.

Agora em time que não tem nem sombra da tradição ou badalação das outras equipes que defendeu na maior parte de sua carreira, Adebayor tentará ajudar o Istanbul Basaksehir a manter o bom momento que vive. A equipe está surpreendendo nesta temporada europeia e ocupa a vice-liderança do Campeonato Turco, apenas dois pontos atrás do líder Besiktas, assim como está à frente na competição de outros dois tradicionais times do país, o Galatasaray e o Fenerbahçe, respectivos terceiro e quarto colocados.