Brasil

Sem itens de proteção, agentes de saúde improvisam toucas como máscaras em hospitais

Crédito: Reprodução Rede Amazônia Acre

Além dos primeiros casos de coronavírus no Acre, os profissionais de saúde do estado têm que lidar com a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Alguns agentes estão improvisando toucas como máscaras, de acordo com o portal G1.

Entre os equipamentos em falta estão máscaras, aventais, luvas e gorros, itens indispensáveis para o atendimento de pacientes com suspeita do Covid-19. Segundo a  Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), o problema já foi resolvido. Entretanto, o Coren-AC relata que os agentes ainda não possuem todos os EPIs.

O Acre já confirmou três casos do novo coronavírus, que aguardam a contraprova dos exames. Além disso, o estado possui outras 55 pessoas com sintomas da doença.

Ao portal, o conselheiro federal Adailton Cruz lamentou a situação e exigiu providências do Estado.

“O Estado demorou, era para ter essa estrutura com equipes, com equipamento individual e setor físico em todas as unidades das regionais e agora que o estado está correndo atrás. Estamos aqui cobrando e pedindo que os profissionais exijam de seus gestores os equipamentos de proteção. Sem os equipamentos de proteção não podemos dá assistência porque nossa vida está em jogo”, frisou.

“O Estado precisa intervir imediatamente porque os profissionais precisam de suporte. No pronto-socorro também porque lá o quantitativo de profissionais é grande e o de equipamentos individuais é pequeno e não está dando para suprir. O Estado tem que providenciar isso com urgência”, exigiu.

Veja também

+ Usado: Toyota Corolla é carro para ficar longe da oficina
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior