ISTOÉ Gente

Sem empregada por conta do coronavírus, Silvia Poppovic diz: “Não está sendo fácil”

Crédito: Reprodução/Instagram

Silvia Poppovic, de 65 anos, por estar no grupo de risco do coronavírus, foi afastada da apresentação do programa ‘ Aqui na Band’, até tudo se normalizar. Nesta segunda-feira (23), Poppovic conversou ao vivo com Nathalia Batista, uma das colaboradoras da atração, e revelou que está tendo que reorganizar muita coisa em sua casa.

Veja também

+ Estudo de DNA revela novos segredos dos Manuscritos do Mar Morto
+ Aves mudam comportamento durante quarentena na Nova Zelândia
+ SUV cupê? Conheça a verdadeira “origem” do VW Nivus e outros modelos
+ Veja como é a esteira de R$ 44 mil que o governo pretende comprar
+ Assista: dois grandes tubarões rondam surfistas e piloto de drone evacua line up
+ VW Nivus: confira a galeria completa de fotos
+ Cadillac Escalade ESV de Tom Brady está à venda

Sem a sua empresa doméstica, a apresentadora contou que está se virando para arrumar a sua residência.

Nathalia perguntou como está sendo a rotina ao lado da família da comunicadora, o marido Marcelo e da filha Ana, Silvia respondeu: “Não está sendo fácil pra mim. Tenho sempre gente que me ajuda. Agora liberei o pessoal que trabalhava comigo, porque acho que fica mais seguro pra todos. Estou cozinhando, lavando. E a primeira coisa que fiz foi uma série de combinados com o pessoal aqui em casa: primeiro deles que eu não quero ver ninguém de pijama. Vai deprimindo a gente, é ruim pro espírito. todo mundo arrumado e mão na roda. Temos que lavar roupa, lavar os banheiros, ter funções que muitas vezes, pra quem é profissional, não faz”.

Poppovic surpreendeu ao dizer que não tem muito conhecimento dos produtos para limpar a casa: “Eu estou tendo que conhecer os produtos de limpeza. Esse serve pra quê? Eu com muita humildade, estou tendo que aprender uma série de coisas que eu não tinha controle. Agora tenho que ter. A parte de culinária, às vezes dá vontade de colocar um congelado e acabou”.

“A Ana também tá ajudando, o Marcelo na medida do possível. Não é fácil. Eu abro todas as janelas pra entrar o sol geral. Eu tô assim, numa coisa positiva, porque eu tenho medo que dure muito tempo. Não faz sentido ficar se recolhendo sem ânimo pra enfrentar tudo que temos que enfrentar. Todos nós vamos buscar recursos interiores pra enfrentar isso,, com determinação, resiliência, que é capacidade pra se adaptar. A gente vai passar por isso”, concluiu Silvia Poppovic.