Economia

Sem dias úteis a mais, alta interanual de serviços seria menor, diz IBGE

O bom desempenho do volume de serviços prestados no País em setembro de 2019 ante setembro de 2018 foi ligeiramente beneficiado pelo chamado “efeito calendário”. O mês de setembro deste ano teve dois dias úteis a mais que em setembro do ano passado.

Os serviços avançaram 1,4% nesse tipo de comparação, segundo a Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Se neutralizado o efeito dos dias úteis a mais, o aumento teria sido de 1,2%, apontou Rodrigo Lobo, gerente da pesquisa no IBGE.

“Mas quando a gente olha para setores que têm maior influência de dias úteis, que são os transportes e serviços profissionais e administrativos, eles têm impacto forte de fechamento de contratos por causa do efeito calendário”, lembrou Rodrigo Lobo, gerente da Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE.

Se neutralizados os efeitos dos dias úteis a mais, a alta de serviços profissionais passaria de 2,9% para 1,4%. Ao mesmo tempo, a queda de transportes passaria de -1,7% para -2,3%. “São dois setores claramente influenciados”, afirmou Lobo.

O índice de difusão dos serviços, que mostra o porcentual de subsetores investigados com avanços, aumentou de 45,8% em agosto para 48,2% em setembro.

“Houve avanço no total de serviços com aumento no volume em relação ao mês anterior. Há ganho de ritmo, mas ainda insuficiente para superar a metade. Ainda tem mais da metade dos serviços mostrando queda em comparação ao ano anterior”, lembrou Lobo.

Na comparação com setembro de 2018, três das cinco atividades registraram avanços em setembro deste ano. O ramo de serviços de informação e comunicação (2,2%) exerceu a contribuição positiva mais relevante. Os demais crescimentos foram em outros serviços (11,0%) e serviços profissionais, administrativos e complementares (2,9%).

Na direção oposta, houve recuos em transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-1,7%) e serviços prestados às famílias (-0,3%). O agregado de atividades turísticas teve alta de 1,0% em setembro deste ano ante setembro do ano anterior.