Esportes

Sem consenso das autoridades, CBF e clubes mantêm público fora do Brasileirão

Os dirigentes da CBF e os representantes dos 20 clubes da Série A decidiram, nesta sexta-feira, após uma reunião virtual, que os jogos do Campeonato Brasileiro vão prosseguir sem público nos estádios, por não haver consenso das autoridades locais em relação aos protocolos sanitários.

Por sugestão do presidente da CBF, Rogério Caboclo, acatada pelo grupo, será mantido o panorama atual e uma nova discussão será retomada dentro do prazo de até três semanas.

Em 26 de setembro, uma primeira reunião, também feita por videoconferência, terminou com forte discussão entre o presidente da Ferj, Rubens Lopes, e o da CBF, Rogério Caboclo. Daquela vez, a maioria dos clubes foi contra a volta dos torcedores.

O que ficou acertado por 14 votos a 6, foi o aumento do número de inscrições por equipe no campeonato, que passou de 40 para 50 atletas. A data limite para novas inscrições ficou estabelecida para 6 de novembro e as substituições dos oito jogadores permitidos em regulamento até 20 de novembro. Nas Séries B e C o número de inscritos permanece 40 por time.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel