Geral

Sem comida, população do Rio recorre a restos de ossos e carne

Crédito: Reprodução

Com fome, sem comida e passando necessidade, a população do Rio de Janeiro está recorrendo a restos de ossos e carne para sobreviver. De acordo com reportagem do jornal Extra, a situação está acontecendo na Zona Sul do Rio.

Segundo a reportagem, o caminhão que recolhe ossos e pelancas de supermercados da cidade chega de manhã no local e, minutos depois, a fila se forma. Com pena, motorista e ajudante da empresa doam ali toda terça e quinta parte do que foi recolhido.

Diante do desemprego e da inflação galopante, essa é a última esperança das pessoas de encontrarem um pedaço de carne para matar a fome. Esse é o caso, por exemplo, da desempregada Vanessa Avelino de Souza, de 48 anos.

Com calma, ela separa pelanca por pelanca, osso por osso em busca de algo melhor para pôr na sacola. “A gente limpa e separa o resto de carne. Com o osso, fazemos sopa, colocamos no arroz, no feijão… Depois de fritar, guardamos a gordura e usamos para fazer a comida”, disse.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua