Esportes

Seleção brasileira fará amistosos contra Japão e Coreia do Sul em junho

A seleção brasileira já tem definidos dois adversários para a Data Fifa do mês de junho, a penúltima antes de Tite anunciar os convocados para a Copa do Mundo do Catar. O Brasil enfrentará Japão e Coreia do Sul, muito provavelmente na Ásia. Por outro lado, o duelo com a Argentina – partida que foi suspensa e que era válida pelas Eliminatórias – segue indefinido.

A confirmação dos amistosos contra as duas seleções asiáticas, que estarão na Copa do Mundo, foi feita na manhã desta terça-feira pelo presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues. Sobre a partida contra os argentinos, contudo, impera o impasse, sobretudo pela falta de datas.


“A Argentina joga no dia 1º (de junho) contra a Itália, e ela poderia jogar no dia 4 com o Brasil, na Europa, provavelmente na Espanha. Eu até conversei, nessa última reunião que tivemos lá na Uefa, com o presidente da Federação Espanhola, e ele colocou toda a Espanha, todos os estádios e centros de treinamento, para que a seleção possa ficar”, disse Ednaldo Rodrigues. “Mas existe uma situação da própria Pitch (empresa responsável por marcar os amistosos da seleção brasileira) que por questões de contrato não está conseguindo inverter (as datas).”

Sobre a empresa, Ednaldo afirmou que a manutenção do acordo no futuro será revista. “O contrato termina em dezembro, e a CBF ainda não discutiu uma renovação. A CBF pode discutir a renovação ou ter novos horizontes, onde a seleção não seja tão sacrificada”, disse.

“Os atletas e a comissão técnica adoram jogar no Brasil, mas isso não acontece por força de um contrato que está vencendo agora no ano de 2022. Se tiver que ser renovado ou ser feito outro, vai ser em outro modelo que não seja esse que a seleção só tem que jogar fora. A seleção tem que se identificar mais com o brasileiro, para que os torcedores possam estar sempre próximos de seus ídolos, sempre torcendo de uma forma mais próxima seleção”, considerou Ednaldo.

O presidente da CBF também revelou que a Granja Comary, em Teresópolis (RJ), passará por uma ampliação de suas acomodações. “Tem situações na Granja em que a delegação, os atletas, se hospedam, mas como cresceu muito a delegação da seleção principal, (muitas vezes) tem que fazer algumas acomodações em hotéis próximos. O que nós queremos é uma forma para que possa toda a delegação estar junto”, declarou. O projeto já está pronto, mas os custos ainda precisarão ser definidos.