Brasil

Seleção brasileira de futsal Down faz ‘vaquinha’ para defender título mundial

Crédito: Facebook CBDI

Jogadores em jogo preparatório para o mundial (Crédito: Facebook CBDI)

Mesmo com o título de Campeã do Mundo, a seleção brasileira de futsal Down não tem presença garantida no próximo mundial. A delegação tem até o próximo dia cinco de fevereiro para conseguir R$ 256 mil e participar do torneio, na Turquia. Como apurou o jornal Estadão, o esporte não é paralímpico, por isso, o governo federal não envia recursos.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Para alcançar o objetivo, a seleção brasileira criou uma financiamento pela internet. Além das taxas de inscrição e viagem, o time não possui grandes patrocinadores para participar do mundial no Trisome Games. A competição faz parte dos Jogos Olímpicos para atletas com Síndrome de Down.

“Na verdade, o prazo havia se encerrado em 31 de dezembro, mas conseguimos uma prorrogação com os organizadores, que querem ter o Brasil no torneio, até por sermos os atuais campeões”, explicou o técnico da equipe, Cleiton Monteiro ao site da Confederação Brasileira de Desportos para Deficientes Intelectuais (CBDI) para o Estadão.

O treinador relatou que a seleção esteve perto de fechar um acordo com duas empresas, mas elas acabaram recuando. A falta de apoio do setor privado também se reflete quando a questão é a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“Estive no ano passado prestando assessoria para o Futsal Down do Peru. Em uma semana, conseguimos o apoio da Federação Peruana de Futebol, algo que não conseguimos com a CBF desde 2005”, lamentou o treinador.

A Confederação Brasileira de Desportos para Deficientes Intelectuais (ABDI) faz parte do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), mas falta de financiamento prejudica o desenvolvimento das atividades.

“O sonho dos nossos atletas de buscar o bi-campeonato no exterior agora depende exclusivamente da solidariedade do brasileiro. O prazo é curto, mas acreditamos neste milagre! O esporte é um dos principais meios de socialização dessas crianças e muito importante para o desenvolvimento de todos”, concluiu o comandante ao jornal.

As doações para a seleção de futsal Down podem ser feitas no site da própria modalidade.

Veja também

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ Nova Honda CB125F 2021 com consumo recorde de 67 km/l

+ Motoqueiro entrega pizza no estúdio do MasterChef Brasil de hoje (22)

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea