Economia

Seis ex-secretários do Tesouro dos EUA fazem apelo por alta do teto da dívida, mas não Mnuchin


WASHINGTON (Reuters) – Seis ex-secretários do Tesouro dos Estados Unidos fizeram apelo para que os líderes do Congresso norte-americano aumentem o limite da dívida federal sem demora, dizendo que um calote causaria “sérios danos à economia e à segurança nacional” e que protelar também seria prejudicial.

“Mesmo um calote de curta duração pode ameaçar o crescimento econômico. Isso cria o risco de turbulência dos mercados e de minar a confiança econômica, e impediria os norte-americanos de receberem serviços vitais”, disseram os seis ex-secretários em carta divulgada pelo Tesouro. “Esse dano seria difícil de reparar.”

A carta não foi assinada pelos ex-secretários do Tesouro republicanos Steven Mnuchin, John Snow nem James Baker. Os signatários foram os democratas Jacob Lew, Timothy Geithner, Lawrence Summers, Robert Rubin e Michael Blumenthal.

O ex-secretário republicano Henry Paulson também assinou.

(Por David Lawder)

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio