Seis eleições resolvidas


O aumento do número de postulantes tornou as campanhas mais complexas. Levando-se em conta apenas os mais competitivos, com dois dígitos de intenção de voto, temos 10 disputas com três nomes e cinco com quatro concorrentes (Macapá, Rio Branco, João Pessoa, Recife e Cuiabá). Os marqueteiros sabem que isso exige estratégias mais inteligentes.

É grande a possibilidade de seis capitais elegerem
seus prefeitos já no primeiro turno

E aumenta a chance do segundo turno, pesadelo de todos os que estão à frente nas pesquisas. Porém, na contramão, é grande a possibilidade de pelo menos seis capitais elegerem seus prefeitos já em 15 de novembro. Nelas, os líderes têm hoje mais de 50% dos votos válidos. Natal, Salvador, Campo Grande, Belo Horizonte, Curitiba e Florianópolis. Em todas será um voto de continuidade. Em cinco os prefeitos devem ser reconduzidos e em Salvador ganha o candidato apoiado pelo incumbente. Resultado inferior ao de 2016, quando oito anteciparam sua escolha.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Descoberta no deserto do Kalahari leva a revisão da origem humana
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.