Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Um segurança do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi internado após uma piora dos sintomas da Covid-19. Segundo fontes ouvidas pelo Uol, o capitão da Polícia Militar Ari Celso Rocha Barros estava em tratamento em casa, mas agora está no Hospital de Base de Brasília.

O segurança não fez parte da comitiva do presidente que foi aos Estados Unidos no início de março. De acordo com um amigo de Barros, o segurança de Bolsonaro estava “estável”, tem pouco menos de 40 anos, bom porte físico, mas possui pressão alta. Doenças pré-existente como essa costumam agravar o quadro de quem é infectado com o novo coronavírus.

A Secretaria de Comunicação (Secom) do Palácio do Planalto e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República ainda não se pronunciaram sobre o caso.