Esportes

Sede da Gaviões da Fiel é lacrada após operação da Polícia

A sede da torcida Gaviões da Fiel, a principal organizada do Corinthians, foi lacrada na tarde desta sexta-feira. Horas depois de o secretário de Segurança Pública, Alexandre de Mores, afirmar que o local seria fechado por problemas de documentação, a quadra da facção, que fica no bairro do Bom Retiro, teve um pequeno muro construído em frente ao portão principal de acesso.

Na manhã desta sexta-feira a Polícia Civil cumpriu 69 mandados em oito cidades paulista e em Uberaba (MG) em resposta aos conflitos no último clássico entre Palmeiras e Corinthians, no dia 3 de abril, quando um bala perdida matou um pessoa. Também houve depredação de uma estação de metrô e conflitos ainda em outros pontos da grande São Paulo. Ao todo 26 pessoas foram presas.

A Gaviões da Fiel, assim como a sede de outra torcida corintiana, a Pavilhão 9, estava com problemas de documentação, como alvará e a falta de laudo técnico atualizado do Corpo de Bombeiros. Na Gaviões, a Polícia Civil encontrou pela manhã canivetes e a quantia de R$ 62,7 mil, cuja origem ainda não está esclarecida.

Membros da torcida organizada realizaram um protesto na noite desta sexta-feira no Vale do Anhangabaú, região central de São Paulo. Os corintianos reclamaram das atitudes das autoridades, que tem apertado o cerco contra as facções dos clubes paulistas.