O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, está “profundamente preocupado” com a violência derivada dos protestos contra o aumento de impostos no Quênia, disse o seu porta-voz nesta terça-feira (25).

“O secretário-geral está profundamente preocupado pelos relatos de violência relacionados a esses protestos”, declarou o porta-voz Stéphane Dujarric à imprensa.

“Está muito triste pelos relatos de mortos e feridos, incluindo jornalistas e pessoal médico”, acrescentou.

Ao menos cinco pessoas morreram e 31 ficaram feridas nesta terça durante protestos na capital Nairóbi contra um projeto de aumento de impostos, quando manifestantes furaram o bloqueio policial e invadiram o Parlamento.

O movimento “Occupy Parliament” (Ocupe o Parlamento), que promove as manifestações, se opõe ao projeto orçamentário de 2024-2025, que prevê instituir novos impostos neste país da África Oriental.

gw-af/dga/jb/rpr