Economia

Secretário de Comércio dos EUA defende possível imposto na fronteira

O secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, defendeu um possível imposto na fronteira, que seria um “poderoso mecanismo” e poderia ajudar a equilibrar o orçamento do país, durante entrevista divulgada hoje pela emissora CNBC.

A indústria petrolífera e outros setores acompanham o debate sobre o imposto com interesse, em busca de possíveis benefícios e desvantagens.


Na entrevista, Ross comparou o possível tributo ao imposto sobre o valor agregado (IVA) e disse ser injusto os EUA estarem entre os poucos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) que não possuem IVA.

Como afetaria o comércio, Ross comentou que o imposto “seria visto até certo ponto pelos estrangeiros como um fardo adicional”. Segundo o secretário, porém, os EUA precisam ser agressivos no comércio porque medidas do passado causaram “grande perda de empregos na manufatura”. Com informações da Dow Jones Newswires.





Tópicos

EUA imposto Ross