‘Se não votar as reformas, Congresso perde ainda mais credibilidade’

Crédito: Danilo Borges

José Nelto, Deputado (Podemos-GO) (Crédito: Danilo Borges)

Confira trechos de uma entrevista com José Nelto, deputado pelo Podemos de Goiás.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

O Congresso deve apreciar este ano importantes reformas, como a tributária e a administrativa. Elas passam?
Acredito que deveremos votar pelo menos uma delas. Caso contrário, o Congresso perderá ainda mais credibilidade perante a opinião pública.

A reforma tributária é bem complexa, não?
É a reforma mais difícil. Vamos cortar gorduras e diminuir o tamanho do estado, cobrando mais dos sonegadores e daqueles que têm benefício fiscal. É hora de promover justiça social.

E a reforma que prevê a extinção de municípios em um ano de eleição municipal?
Não permitiremos a extinção de municípios. Devemos reduzir em 30% os gastos com eles, para sobrar dinheiro para investimentos públicos na saúde e na educação.

Veja também

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.