Esportes

Scheidt treina para retornar às competições de vela em setembro

Bicampeão olímpico vai disputar a tradicional Semana de Kiel, na Alemanha, em setembro, em mais uma etapa da preparação para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021

Scheidt treina para retornar às competições de vela em setembro

Com a volta gradual das atividades esportivas na Europa, o brasileiro Robert Scheidt já tem data para o retorno às competições. O bicampeão olímpico vai disputar a tradicional Semana de Vela de Kiel, na Alemanha, entre 5 a 13 de setembro.

Ele tem intensificado a preparação no Lago di Garda, na Itália, onde mora com a família. Após 20 dias de velejada solitária com seu Laser no mês de maio, revezou treinos com equipes italianas e francesas nas duas últimas semanas. E pretende repetir a dose entre julho e agosto.

– Foram dias muito produtivos e estou contente. Primeiro vieram seis velejadores italianos e depois, na segunda semana, chegaram os franceses. Treinei muito com o Jean-Baptiste Bernaz, com quem tenho uma parceira há algum tempo. Ele é hoje um dos top 5 do mundo e é muito importante ter um parâmetro para avaliar minha velejada. Encerrei essas sessões me sentindo bem fisicamente, sem lesões e andando próximo a ele. Ainda tenho pontos a evoluir, mas foi muito bacana encarar esse volume de trabalho intenso – explica Scheidt, que vai disputar a sétima Olimpíada em Tóquio, em 2021.

Com a formação dessa pequena flotilha de elite, com dez barcos, foi possível simular regatas no Lado di Garda, com direito a marcação de raias e simulação de largadas.

– Aproveitei para fazer testes de velocidade e experimentei um novo barco e novos equipamentos. Como disse, ter um cara como o Jean-Baptiste como parâmetro é importante, porque ele é muito veloz, especialmente em vento forte – conta o maior medalhista olímpico do Brasil.

A Semana de Kiel vai ser o primeiro grande evento de vela após a quarentena em função do novo coronavírus. Por isso, além da tradição do campeonato, a expectativa é para uma disputa de alto nível.

– Eles restringiram as inscrições para 70 barcos e vi pelo menos 20 velejadores top na lista. Acredito que a tendência é abrir para novos atletas, o que vai deixar a disputa mais forte ainda. Estou bem animado com a possibilidade de competir em alto nível ainda nesse ano, depois de tudo o que aconteceu. Espero condições duras e muito frio no norte da Alemanha em setembro, mas vamos que vamos – completa Robert, que deve chegar em Kiel poucos dias antes da estreia da classe Laser, que será disputada entre os dias 10 e 13.

Evento centenário da vela, a Semana de Kiel ocorre, normalmente, na última semana de junho, em pleno verão europeu. Como promove disputas de classes olímpicas e não olímpicas, costuma reunir cerca de dois mil barcos e cinco mil velejadores. Robert tem três títulos de Laser e dois de Star (sendo um europeu disputado na cidade) em Kiel. Além das regatas na Alemanha, a programação do bicampeonato olímpico para 2020 inclui a disputa do Campeonato Europeu de Laser, programado para o mês de outubro, em Atenas, na Grécia, mas que ainda precisa de confirmação de datas.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior