Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Cada parte do corpo humano precisa de cuidados específicos, e com o ânus não é diferente. Essa região é responsável pela evacuação, e a falta ou dificuldade dela pode indicar ou desencadear problemas de saúde. 

+ Por que levar o celular para o vaso sanitário aumenta o risco de hemorroidas

+ Especialista dá dicas para praticar sexo anal com higiene e sem dor

A saúde anal pode ser afetada por diferentes fatores, como dieta, digestão, atividade sexual e fatores genéticos e ambientais, segundo o “Health Direct”, de onde são as informações. Problemas no ânus podem refletir na saúde em geral; veja a seguir  algumas condições comuns que afetam essa área:

• Fissuras anais: pequenas lacerações na mucosa do ânus, geralmente causadas pela eliminação de fezes ressecadas e duras, pós-parto ou quadro de diarreia. Normalmente, essa condição cicatriza entre um e dois meses, a partir de cuidados especiais, como dieta rica em fibras, ingestão adequada de água para manter a hidratação e higiene anal.

• Abscesso anal: acumulo de pus na região, geralmente desencadeado por uma infecção. O tratamento requer consulta médica, pois somente o profissional poderá drenar — com  anestesia local — e receitar antibióticos.

• Coceira/prurido anal: é uma condição comum, que pode ser desencadeada por diferentes causas, como infecções, parasitas, doenças de pele, hemorroidas e fissuras. Recomenda-se não coçar a área e lavá-la suavemente com água e sabonete neutro.

• Hemorroidas: caroços que ocorrem dentro e ao redor do ânus, geralmente resultados ​​por prisão de ventre. Em casos mais leves, elas podem desaparecer sem qualquer tratamento. No entanto, se identificar a presença de sangue nas fezes, é importante consultar um médico.

Dicar para aliviar o desconforto anal:

• Para dor ou desconforto: banho de assento de água morna por 10 a 20 minutos, várias vezes ao dia, se possível;

• Região anal dolorida e inchada: uma compressa fria ou bolsa de gelo coberta, por cerca de 30 minutos;

• Coceira: cremes, loções e pomadas de venda livre — siga as instruções da bula.

Cuidados anais 

A maioria dos problemas que acometem o ânus pode melhorar a partir de cuidados caseiros. No entanto, em caso de dor, desconforto persistente e sangramento, é imprescindível consultar um médico.

A higiene adequada é essencial para gerenciar e prevenir problemas anais; veja a seguir algumas medidas para isso:

• Lave diariamente a região anal com água e sabonete neutro. Evite excesso de sabão, pois eles reduzem a oleosidade natural que protege o ânus, ressecando e favorecendo a coceira;

• Evite esfregar vigorosamente com papel higiênico, pois isso pode causar mais irritações na pele, inflamando ou infeccionando o local;

• Evite lenços de limpeza ou produtos químicos e perfumados;

• Não segure a vontade de evacuar, vá ao banheiro assim que puder;

• Tente não se esforçar ao usar o banheiro, pois isso pode irritar a região anal;

• Não passe muito tempo no vaso sanitário.