Esportes

São Paulo perde para o Goiás, fica a 13 pontos do líder e é vaiado no Morumbi

O São Paulo perdeu a invencibilidade que tinha no Morumbi neste Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, a equipe foi derrota por 1 a 0 pelo Goiás, pela 21ª rodada. Reinaldo teve a chance de empatar, mas perdeu pênalti no segundo tempo.

Como já havia acontecido em outros jogos no Morumbi, a torcida vaiou e chamou o time de “sem vergonha” e “amarelão”. Desta vez, ainda sobraram xingamentos para o técnico Cuca. O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o diretor-executivo de futebol Raí também foram “lembrados” pelos torcedores.

Com o resultado, o São Paulo permanece em sexto lugar e não será ultrapassado por qualquer adversário, mas a diferença para o líder Flamengo aumentou para 13 pontos. O técnico Cuca e os jogadores ainda falavam em disputa pelo título, missão que fica mais complicada a cada rodada. Já o Goiás subiu para 12ª posição, com 27 pontos.

Antes trunfo do São Paulo, o Morumbi tem dado mais dor de cabeça neste Brasileirão. A equipe só venceu quatro jogos em casa no campeonato, com outros seis empates e a derrota para o Goiás. Em uma noite fria na capital paulista, o estádio recebeu apenas 12.505 torcedores nesta quarta-feira.

O São Paulo iniciou a partida pressionando. Daniel Alves novamente foi escalado como meia, e Igor Vinícius assumiu a vaga de Juanfran na lateral direita. O Goiás se fechava e nem se esforçava para levar perigo no ataque.

Até que, aos 15 minutos, uma cobrança de lateral originou o gol dos visitantes. Rafael Moura escorou, Michael deu mais um toque de cabeça e a bola sobrou para Leandro Barcia girar e marcar. Uma falha coletiva da zaga tricolor, com todos os jogadores do sistema defensivo envolvidos no lance.

Se o Goiás já estava fechado no empate, ficou ainda mais após abrir o placar. O São Paulo continuou em cima, mas abusava dos cruzamentos da intermediária, sem chegar à linha de fundo. Arboleda cabeceou e exigiu boa defesa de Tadeu. Depois, Daniel Alves perdeu ótima chance na marca do pênalti ao pegar de primeira e mandar por cima.

No fim do primeiro tempo, Toró novamente sentiu uma lesão na coxa esquerda e foi substituído por Antony. Na volta do intervalo, Igor Gomes entrou na vaga de Everton, deslocando Daniel Alves para a ponta direita. Apesar das mudanças, a postura do São Paulo era a mesma: tentava achar espaços e acabava apelando para os cruzamentos.

Aos 23, Reinaldo recebeu na área e foi derrubado por Yago Rocha. O próprio lateral-esquerdo pegou a bola para bater, mas parou no goleiro Tadeu. A cobrança desperdiçada gerou uma ansiedade ainda maior no São Paulo, que não conseguiu mais chegar com perigo e perdeu a invencibilidade no Morumbi.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 1 GOIÁS

SÃO PAULO – Tiago Volpi; Igor Vinícius (Helinho), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Daniel Alves; Toró (Antony), Everton (Igor Gomes) e Pablo. Técnico: Cuca.

GOIÁS – Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Gilberto, Yago Felipe e Léo Sena; Leandro Barcia (Kaio), Michael (Marcelo Hermes) e Rafael Moura (Rafinha). Técnico: Ney Franco.

GOL – Leandro Barcia, aos 15 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Arboleda, Helinho (São Paulo); Jefferson, Yago Rocha, Michael, Marcelo Hermes (Goiás).

ÁRBITRO – Bruno Arleu de Araujo (RJ).

PÚBLICO – 12.505 torcedores.

RENDA – R$ 416.972,00.

LOCAL – Estádio do Morumbi, em São Paulo.