Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Com desfalques no atacado, o Santos terá que se superar na Venezuela diante do Deportivo Táchira, nesta quarta, às 21h30, em jogo que abre a fase de oitavas de final da Copa Sul-Americana. Em função da situação delicada, o técnico Fabián Bustos precisou relacionar até mesmo jogadores do time sub-20 a fim de compor a delegação.

Eduardo Bauermamn, Ricardo Goulart, Rodrigo Fernandez Maicon, Madson, Marcos Leonardo, Léo Baptistão, Lucas Barbosa, John e Sandry sequer viajaram com o Santos para o confronto diante dos venezuelanos.

As baixas são pelos mais diversos motivos. Rodrigo Fernández e Marcos Leonardo foram vetados por conta de problemas físicos. Eduardo Bauermann e Ricardo Goulart estão entregues ao departamento médico. Madson e Maicon se recuperaram de lesões na coxa, mas ainda estão em fase de transição para o retorno aos campos. Na lista John, Lucas Barbosa e Léo Baptistão cumprem suspensão. Completando a relação aparece o volante Sandry, que testou positivo para covid-19 e já está cumprindo a quarentena em casa.

A falta de peças para trabalhar obrigou Bustos a recorrer à base santista. O zagueiro Derick e os atacantes Renyer e Fernandinho acabaram promovidos para socorrer o time profissional.

A equipe, que vem de um empate sem gols contra o Corinthians pelo Brasileiro, já virou a chave para entrar em campo de olho no regulamento. Como o confronto é eliminatório em dois jogos, é importante ter uma atuação eficiente para decidir a vaga em casa. A partida de volta está marcada para o dia 6 de julho, na Vila Belmiro.

Assim, a ordem é se precaver para entrar em campo focado nos venezuelanos. O volante Camacho, que deve atuar no meio-campo disse que o time está preparado para as dificuldades. “Vai ser um jogo difícil, até pelo calendário apertado, mas o nosso time está preparado”, afirmou.

Pelo lado do Deportivo Táchira, a partida está sendo encarada como uma decisão. A intenção é tentar construir um bom resultado em casa para ter a missão da classificação facilitada no jogo de volta.

“É uma partida para indivíduos que querem ganhar coisas importantes. O grupo está concentrado, a defesa atenta aos detalhes. Vencer em casa é sempre importante”, afirmou o zagueiro Pablo Camacho em entrevista ao site do oficial do clube.

O time venezuelano entra na fase da sul-americana após ter ficado em terceiro lugar no Grupo A da Libertadores. Em seis jogos, o Táchira somou apenas sete pontos.

OUTRO JOGO

O Ceará abre a sua participação nas oitavas de final da Sul-Americana às voltas com problemas de contusão para enfrentar o The Strongest, em La Paz, nesta quarta-feira. O confronto acontece às 19h15, e o técnico Marquinhos Santos vai ter problemas para definir o time.

Bruno Pacheco, João Ricardo, Lucas Ribeiro, Cléber e Richard Coelho não viajaram com o grupo para a Bolívia. Para complicar, o atacante Mendoza, principal nome do elenco na temporada, e o experiente Lindoso estão entregue ao departamento médico. O goleiro Richard ainda está em fase de transição e desfalca o elenco.

Embora não tenha anunciado a escalação, a tendência é que o treinador aposte em Vinícius Machado no gol. Para a lateral esquerda, Victor Luís deve ser a opção enquanto Matheus Peixoto fica com a missão de comandar o ataque do time cearense.