Esportes

Santos acredita que pode transferir dívida com o Inter, caso vença processo e negocie Sasha; entenda

Acordo envolvendo a ida de Yuri Alberto ao Colorado permite que o Peixe envolva pendência em possível futura transferência de Sasha

Santos acredita que pode transferir dívida com o Inter, caso vença processo e negocie Sasha; entenda

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Membros da diretoria do Santos estão confiantes que possam resolver uma das suas pendências financeiras, essa envolvendo uma dívida de 2 milhões de euros (R$ 12,4 mi na cotação atual) com o Internacional pela compra de 50% dos direitos econômicos do atacante Eduardo Sasha, adquiridos em janeiro – a outra metade fez parte da troca entre os clubes envolvendo o lateral-esquerdo Zeca, em 2018.

O acordo inicial previa pagamento de 24 parcelas de 84 mil euros (R$ 523,6 mil na cotação atual), porém não houve pagamento da parte santista refente aos meses entre abril e julho, abrindo precedentes para que o Colorado cobrasse a dívida integralmente. No entanto, além da repactuação dessa dívida, o acordo entre o Alvinegro Praiano e o Inter, por conta da ida do atacante Yuri Alberto ao Colorado, também inclui a possibilidade do Peixe transferir a pendência para algum clube que interessado em Sasha. Mas, para isso acontecer, o Peixe terá que vencer um processo movido pelo jogador contra o clube.

No dia 19 de julho, o atacante acionou o clube na 6ª Vara da Justiça do Trabalho de Santos, alegando pendências financeiras, como redução salarial de 70%, sem consentimento, entre abril e junho, ausência de recolhimento de FGTS desde novembro e não pagamento do 13º salário de 2019. A audiência do caso está marcada para o dia 18 de agosto, às 11h, onde o jurídico santista terá o direito de apresentar a sua defesa.

Inicialmente, Sasha teve o seu pedido de tutela antecipada negado. Nova responsável pelo caso, a juíza Norma Gabriela Oliveira dos Santos Moura alegou que não havia elementos que fundamentassem tal decisão. Isso aconteceu nesta segunda-feira (03), dois dias depois do primeiro juíz do processo, Carlos Ney Pereira Gurgel, se retirar da ação, alegando motivos de foro íntimo. Menos de 24 horas antes, o magistrado já havia concedido a urgência para que o atleta rescindisse o seu contrato com o Alvinegro Praiano, mas revogou a decisão sem sequência.

Oficialmente, o Santos se limitou a dizer que os termos negociados foram bom para ambas as partes. Enquanto isso, a assessoria do presidente do Internacional, Marcelo Medeiros, alega que o acordo com o Peixe foi costurado pelo Departamento de Futebol do clube que, por sua vez, afirma que não comentará sobre os termos do negócio.

Veja também

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ A Fazenda 2020: Peões ficarão 24 horas sem água encanada devido a punição por drink de álcool em gel

+ Aprenda a preparar o Chevette, drinque que virou febre em SP

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea