Economia

Santander: Getnet eleva volume em 8,80% no triemstre, mas cresce abaixo da Cielo

A Getnet, empresa que atua no setor de maquininhas do Santander Brasil, viu seu volume financeiro crescer 8,80% no terceiro trimestre ante um ano, para
R$ 51,9 bilhões. Cresceu, assim, abaixo da rival Cielo, controlada por Bradesco e Banco do Brasil, cuja expansão foi de 11,6% no período de referência, totalizando R$ 171,7 bilhões.

No caso da Getnet, o impulso para o crescimento veio da modalidade crédito, que avançou 10,34% no terceiro trimestre em um ano. Já no débito o volume financeiro capturado aumentou 6,42% na mesma base de comparação.

A Getnet registrou 632,7 milhões de transações entre os meses de julho e setembro, incremento de 14,25% ante igual período do ano passado. Já a Cielo computou 1,783 bilhão de transações no terceiro trimestre, aumento de 5,6% em um ano.

O Santander destaca, em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras, que a Getnet atingiu mais de 1,2 milhão de maquininhas (POS, na sigla em inglês) no Brasil. Com isso, sua participação de mercado atingiu 10,8% no segundo trimestre, considerando dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs).