Mundo

Sánchez inicia governo na Espanha reajustando aposentadoria acima da inflação

Sánchez inicia governo na Espanha reajustando aposentadoria acima da inflação

(13 jan) Sánchez participa de entrevista coletiva em Madri - AFP

Pedro Sánchez presidiu nesta terça-feira o primeiro conselho de ministros de seu governo de coalizão com a esquerda radical do Podemos e anunciou um aumento das aposentadorias na Espanha, prometendo um diálogo para solucionar a crise na Catalunha.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

A primeira medida do governo, cujos ministros tomaram posse na segunda-feira, foi um decreto de aumento da aposentadoria de 0,9% neste ano.

Essa medida afeta mais de 11 milhões de pensionistas, detalhou o Ministério da Previdência Social. O aumento é levemente superior à inflação de dezembro (0,8%), para que os aposentados “não percam poder aquisitivo”, explicou o socialista Sánchez.

Também no âmbito econômico, Sánchez anunciou que seu governo vai renegociar com Bruxelas seus objetivos de déficit nos próximos anos, após anunciar um programa de governo com o Podemos que inclui um aumento do gasto público e medidas como um novo aumento do salário mínimo.

Por ora, a Espanha espera ter controlado o déficit em 2% do PIB em 2019, e a meta para 2020 é de 1,7%.

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea