Cultura

Samara Felippo e Carolinie Figueiredo estreiam peça sobre maternidade

Mulheres que Nascem com os Filhos, peça estrelada e idealizada pelas atrizes Samara Felippo e Carolinie Figueiredo, aborda temas como gravidez, o puerpério, a criação dos filhos, a aceitação do corpo pós-filhos, o encontro de sua nova identidade como mulher e o trabalho. Dirigidas por Rita Elmôr, as atrizes, a partir de suas vivências e memórias, abordam essas questões de forma sensível e bem-humorada para desfazer antigos rótulos sobre a maternidade. Estreia nesta sexta-feira (15). 6ª e sáb, 21h; dom., 19h. Teatro Nair Bello. Shopping Frei Caneca. R. Frei Caneca, 569, Consolação. R$ 60. Até 5/6.

Acesso à cultura


A encenação de Diabinho e outras peças curtas de Caryl Churchill, com direção de Direção Guto Portugal, inaugura o IBT – Instituto Brasileiro de Teatro. Formado pelos artistas Guto Portugal, Elisa Volpatto, Oliver Tibeau, Samya Pascotto e José Aragão, a iniciativa pretende aproximar teatro, sociedade e iniciativa privada. Essa primeira montagem traz quatro peças curtas de humor ácido escritas por Caryl Churchill, uma das maiores dramaturgas do teatro inglês. A tradução é de Zé Roberto Valente. Estreia nesta sexta. 6ª e sáb., 20h30; dom., 19h. Masp. Av. Paulista, 1.578, Bela Vista. Ingresso: 1 quilo de alimento não perecível. Até 5/6.

Vítima do ódio

Da Cia Artera de Teatro, o espetáculo Freedom City, texto inédito no Brasil do dramaturgo escocês Davey Anderson, mostra a trajetória de Samuel, um homem desajustado e desvalorizado em seu país. Ele se torna uma presa fácil de uma organização que sai do mundo virtual para que propaga ideias odiosas e terroristas sobre mulheres, imigrantes, pessoas negras e da comunidade LGBTQIA+ – sem deixar de tocar na polarização e no ódio que dominada as discussões aqui no Brasil. A direção é de Davi Reis. 5ª a sáb., 21h; dom., 20h. Centro Cultural São Paulo. R. Vergueiro, 1.000, Paraíso. Grátis (retirar ingresso 1h antes). 1º/5.

Um olhar sobre Zeca Baleiro

Inspirado na obra poético-musical de Zeca Baleiro, o espetáculo A Esperança Na Caixa de Chicletes Ping Pong, com texto, interpretação e direção de Clarice Niskier, reúne 45 músicas do compositor, entre trechos e íntegras, que costuradas no roteiro revelam pensamentos sobre o Brasil, a vida, amor que se misturam com a vida pessoal da atriz. Entre as canções escolhidas, estão Telegrama, Lenha e Vai de Madureira. Estreia nesta sexta. 6ª e sáb., 21h; dom., 19h. Teatro J. Safra. R. José Kryss, 318, Barra Funda. R$ 40/R$ 100. Até 1º/5.