Saiba qual é a melhor postura para oferecer alimentos ao bebê

Crédito: Pixabay

Saiba qual é a melhor postura para oferecer alimentos ao bebê (Crédito: Pixabay)


Quando a fase de introdução alimentar vem chegando muitas perguntas ecoam na cabeça de uma mãe. Mas são poucas as que se perguntam qual será a postura adequada para o bebê começar a se alimentar. A primeira coisa que vem  à cabeça é colocá-lo no cadeirão novinho que foi comprado especialmente para isso e está ali encostado na cozinha há alguns meses, esperando ansiosamente o seu momento.

+ Rio inaugura primeiras unidades do Espaço Maternidade
+ Bebê morre durante incêndio em maternidade pública de Natal
+ Pela primeira vez, uma ministra britânica tira licença-maternidade

Porém o que poucas pessoas sabem é que não é adequado colocar o bebê sentado antes que ele consiga chegar a essa posição sozinho. 

+ REVELADO! Conheça o guia de alimentação ideal para seu filho!

Quando se coloca o bebê sentado e ele consegue se equilibrar, é bem diferente de quando ele está deitado, rola e sozinho se coloca sentado. Na primeira opção o bebê precisa de muita atenção, esforço e energia para conseguir se manter equilibrado, seus músculos ainda não estão preparados para tal postura apesar de ali conseguir se manter, mesmo que com a coluna curvada.

Já na segunda opção, enquanto ele vai sozinho encontrando o caminho para chegar a posição sentado, a musculatura vai sendo preparada para se sustentar na postura correta, com o alinhamento da coluna e a organização dos órgãos internos favorecendo a mastigação e deglutição dos alimentos. E sem dúvida traz mais conforto e segurança, diminuindo as chances de recusa e estresse no momento das refeições.

Enquanto o bebê não consegue chegar à postura sentado, é possível oferecer os primeiros alimentos com ele ainda no conforto e segurança do colo. Aos poucos, enquanto ele for ganhando mais autonomia na postura sentada aí sim é hora de transferi-lo para o cadeirão, ou algum outro acento ajustável às necessidades do bebê.

+ Conheça agora o guia de alimentação ideal para seu filho

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio


Sobre o autor

Nutricionista, Formada pela USU - Rio de Janeiro em 2003, especializada em alimentação infantil. Trabalha com crianças desde 1999, quando, ainda na faculdade, dava aulas de capoeira. Em 2013 estreou como apresentadora no canal GNT dos programas Socorro! Meu Filho Come Mal, Cozinha Colorida da Kapim e, em 2018, o Socorro! Meus Pais Comem Mal. Autora de 2 livros, homônimos dos programas, um deles com mais de 60 receitas para a família toda colocar a mão na massa. Kapim é mãe de dois adolescentes muito legais e que comem superbem, Sofia (15) e Antonio (13). Nesses mais de 20 anos trabalhando com crianças, já ajudou a transformar e melhorar os hábitos alimentares de milhares de famílias, sempre buscando uma conexão saudável entre todas as partes envolvidas: pais, filhos e o alimento.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2021 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.