Saúde da mulher

Saiba como identificar os sintomas da pré-menopausa

Crédito: Freepik

A menopausa é um período inevitável do envelhecimento de uma mulher, e a maioria das pessoas já conhece seus sintomas. No entanto, existe uma fase que não recebe tanta atenção: a pré-menopausa (ou perimenopausa). 

+ Doença pouco conhecida faz 20% das mulheres sofrerem além do normal em seus ciclos menstruais


+ Veja como a dieta pode aliviar os desconfortos da menopausa

A perimenopausa é o período que antecede a menopausa, sendo marcado por algumas mudanças corporais. Entre os 30 e 40 anos, a quantidade de estrogênio produzida pelos ovários começa a flutuar, levando a sintomas do período. Saiba quais com informações da “Prevention”.

Sintomas da pré-menopausa

Ciclos menstruais irregulares

A menopausa se inicia oficialmente após um período de 12 meses consecutivos de ausência da menstruação. No entanto, o ciclo menstrual já pode sofrer irregularidades durante a pré-menopausa — devido à mudança na produção de estrogênio. “Seus ciclos podem ficar mais longos ou mais curtos”, explica a professora de ginecologia e obstetrícia Lauren Streicher. Ela ainda acrescenta que o fluxo de sangue pode ser afetado — tornando-se mais leve ou mais intenso —, bem como a frequência da menstruação. 

Ondas de calor

Uma sensação repentina de calor que corre pelo corpo pode ser um sintoma tanto da menopausa quanto da perimenopausa. Ela está relacionada à deficiência de estrogênio e pode durar de segundos a alguns minutos.

Alterações de humor

Durante a pré-menopausa, é comum que mulheres tenham dificuldade para dormir — o que pode afetar o humor. “Às vezes, as mulheres podem não estar satisfeitas com as mudanças que estão acontecendo em seus corpos, o que também pode afetar o humor”, declara a ginecologista e obstetra Christine Greves, observando que as ondas de calor não ajudam.

Secura vaginal

Christine explica que o estrogênio é como um lubrificante natural para a vagina, e, sem ele, pode haver secura.

Mudanças na libido

A secura vaginal pode causar dor e desconforto, o que por si só já interfere negativamente na libido. Entretanto, os níveis de testosterona no organismo também diminuem na perimenopausa, o que pode diminuir o desejo sexual.

Queda de fertilidade

Devido à ovulação irregular, é mais difícil engravidar no período de pré-menopausa — mas não impossível. Por isso, Lauren recomenda que métodos contraceptivos sejam utilizados até se completar um ano sem menstruação. 

Aumento do colesterol “ruim”

A redução dos níveis de estrogênio pode levar a um aumento no colesterol de lipoproteína de baixa densidade (LDL) (também conhecido como colesterol “ruim”) e uma diminuição no colesterol de lipoproteína de alta densidade (HDL) (também conhecido como “colesterol bom”).

Como lidar com os sintomas

Se os sintomas da pré-menopausa não te incomodam, não é necessário buscar ajuda médica. No entanto, se você está enfrentando sintomas como ondas de calor e sangramentos irregulares, converse com seu médico sobre a possibilidade de iniciar um tratamento com pílulas anticoncepcionais de baixa dosagem, que entregam estrogênio e progesterona