Saúde da mulher

Saiba como acelerar o seu metabolismo

Descubra como esse cálculo pode ajudá-la a perder peso

Crédito: Pixabay

Ainda existem muitas dúvidas a respeito do metabolismo, uma vez que ele se refere a uma série de transformações do organismo, influenciando na dieta e na atividade física. Por isso resolvi explicar como ele funciona e porque é importante ficar de olho em sua velocidade.

É sabido que 70% da energia que um indivíduo consome por dia tem relação com as funções vitais, como a respiração, os batimentos cardíacos, a digestão e a manutenção da temperatura corporal. Segundo a definição oficial, a taxa de metabolismo basal é justamente a quantidade mínima de energia (calorias) necessária para manter as funções vitais do organismo em repouso.

Essa conta é a principal ferramenta para quem quer estar dentro do peso desejado e fugir do efeito sanfona. Mas o processo de emagrecimento não é tão óbvio e matemático como parece; quem apenas se preocupa com as calorias, acaba sofrendo com o efeito emagrece-engorda.

Existe um hall infindável de dietas milagrosas, como a sem carboidrato, dieta líquida, dieta frugal, dieta com jejum. Entretanto, se usadas por períodos prolongados, todas podem levar à perda de massa magra, algo precioso e difícil de conseguir. É preciso, de uma vez por todas, que as pessoas se conscientizem que a única saída é a reeducação alimentar, sem radicalismos.

Confira os três principais fatores que manterão seu metabolismo a todo vapor:

  1. Dieta equilibrada, contendo alto teor de proteína, sem, é claro, abolir carboidrato complexo (como a batata doce ou arroz integral);
  2. Treinamento físico intenso de 4 a 6 vezes por semana;
  3. Aumento e manutenção da massa muscular.

É bom ter em mente que exercícios de força são essenciais para mantermos uma boa quantidade de músculo. Todo mundo conhece alguém que é supermagrinha e come demais ou alguém que come pouco e engorda com muita facilidade, não é? A velocidade do nosso metabolismo depende de inúmeros fatores: hereditariedade, gênero, dieta, estilo de vida, idade e, principalmente, quantidade de massa muscular. Sim, quanto mais músculos, mais acelerada a taxa metabólica – quanto mais intensa a atividade, maior sua necessidade energética. Sejamos francas, a natureza não foi boazinha com as mulheres, já que tendemos a ter menos massa muscular que os homens.

Além do famoso “projeto verão”, a rotina de exercícios físicos regulares e de uma dieta balanceada deve ser levada para vida toda.

 

wh-blog-vilelaCom mais de 15 anos de experiência, Bianca Vilela é graduada em Educação Física pela UNESP e pós-graduada e mestre pela UNIFESP/Escola Paulista de Medicina. Ela é fundadora e diretora da empresa Bianca Vilela Saúde Corporativa.
www.biancavilela.com.br

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel