Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A Rússia planeja fazer sua primeira emissão de bônus soberanos denominados em yuans, à medida que Moscou olha para investidores chineses como uma nova fonte de financiamento num momento de relações tensas com países do Ocidente.

Segundo fonte com conhecimento do assunto, o governo russo poderá oferecer o equivalente a cerca US$ 1 bilhão em bônus de cinco anos denominados na moeda chinesa já na próxima semana.

A venda deverá ocorrer em Moscou e espera-se que a maioria dos compradores seja investidores da China, revelou a fonte.

Nesta quinta-feira, autoridades do governo russo se encontraram com dezenas de investidores chineses em um almoço em Hong Kong, durante o qual falaram sobre desdobramentos econômicos da Rússia e a estratégia do país para sua dívida e mercados financeiros. Fonte: Dow Jones Newswires.