Esportes

Rússia está entre as quatro candidatas a sediar Eurocopa de 2028 e de 2032, diz Uefa

A Rússia, apesar de ter sido excluída do esporte mundial devido à invasão da Ucrânia, é uma das quatro candidatas a organizar as Eurocopas de 2028 e 2032, além da Turquia, Itália e a candidatura conjunta Reino Unido/Irlanda, informou a Uefa nesta quarta-feira.

“A designação dos países organizadores” das duas competições “será realizada em setembro de 2023”, especificou a entidade europeia, especificando que as candidaturas da Rússia e da Turquia valem para qualquer uma das duas edições do torneio continental, enquanto que a dupla Reino Unido/Irlanda está interessada na Eurocopa-2028 e a Itália na edição de 2032.


Por muito tempo, o país-sede da Copa do Mundo de 2018 demonstrou interesse em organizar o torneio de seleções europeias pela primeira vez, mas sua candidatura parecia hipotética após sua exclusão da maioria das competições internacionais em reação à invasão da Ucrânia.

Apesar do fato de a Uefa e a Fifa terem decidido em 28 de fevereiro excluir todos os clubes e seleções russas de seus torneios “até novo aviso”, a federação deste país (FUR) não foi excluída diretamente, explicou um porta-voz da confederação europeia.

O executivo da Uefa “vai reavaliar a situação jurídica” em futuras reuniões, sobretudo nos dias 7 de abril e 10 de maio, “incluindo a declaração de interesse manifestada pela FUR”, detalhou esta fonte.

As candidaturas da Turquia e da Rússia alteram os planos da candidatura anglo-irlandesa, que a imprensa destes países já havia dado como única na segunda-feira passada, depois de terem abandonado recentemente a corrida para sediar a Copa do Mundo de 2030 para se concentrar na da Eurocopa-2028.

A Itália, que venceu a última edição do torneio – que já organizou duas vezes (1968 e 1980) – é a favorita a sediar a Eurocopa-2032, diante da Turquia, que em 2018 já perdeu a organização da Eurocopa-2024 contra a Alemanha.

 

cfe/hpa/mcd/aam