Mundo

Rússia e Ucrânia anunciam acordo de troca de prisioneiros

MOSCOU, 10 DEZ (ANSA) – O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, anunciou um acordo para a troca de prisioneiros com a Rússia, com base no princípio de “todos por todos”.   

Segundo o mandatário, o pacto foi fechado durante a reunião da última segunda-feira (9) em Paris, que teve os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da França, Emmanuel Macron, além da chanceler da Alemanha, Angela Merkel.   

Ainda de acordo com Zelensky, o pacto envolverá todos os prisioneiros conhecidos em ambos os países, e a data final para a troca foi fixada em 24 de dezembro.   

“Encontrar-se é um primeiro passo na direção da paz. Todos queremos a paz e estamos prontos a fazer todo o possível para obter esse resultado”, disse o ucraniano.   

Já Putin ressaltou que as conversas estão seguindo “no caminho certo”. “A Rússia fará todo o possível para que as questões sejam resolvidas e para que o conflito possa terminar”, acrescentou.   

Kiev e Moscou também se comprometeram com um cessar-fogo completo no leste da Ucrânia antes do fim de 2019 e em realizar uma nova reunião com França e Alemanha dentro de quatro meses.   

Rússia e Ucrânia já fizeram uma troca de prisioneiros em setembro passado, o que abrira caminho para a desescalada da tensão entre os países.   

Calcula-se que a guerra nas autoproclamadas repúblicas separatistas de Donetsk e Lugansk, iniciada em 2014, já tenha matado mais de 13 mil pessoas. (ANSA)