Mundo

Rússia diz que é inocente em caso de ex-espíão envenenado e que está disposta a cooperar

Rússia diz que é inocente em caso de ex-espíão envenenado e que está disposta a cooperar

(Arquivo) O chanceler russo, Sergei Lavrov - AFP

A Rússia é “inocente” e está disposta a “cooperar” com as autoridades britânicas na investigação do envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal na Grã-Bretanha, afirmou nesta terça-feira o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.

“A Rússia é inocente e está disposta a cooperar na investigação se a Grã-Bretanha cumprir suas obrigações internacionais”, afirmou em uma entrevista coletiva em Moscou, um dia depois das acusações da primeira-ministra britânica Theresa May sobre a responsabilidade russa no caso.

Lavrov também exigiu acesso à substância química que provocou o envenenamento de Skripal.

“Exigimos com uma nota oficial acesso a esta substância e a todos os fatos da investigação porque uma das vítimas é a cidadã russa Yulia Skripal”, filha do ex-espião, disse o chanceler.