Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A Rússia deverá falhar no pagamento de juros sobre bônus detidos por investidores estrangeiros pela primeira vez desde a crise local de 1998. Os detentores de bônus do governo russo para 2024 e denominados em rublos deveriam receber nesta quinta-feira (3) um cupom que venceu ontem. Investidores na Europa que compraram o bônus disseram não ter recebido qualquer notificação de que o pagamento seria providenciado.

O Depositário de Liquidação Nacional da Rússia informou que o Ministério de Finanças enviou o pagamento dos juros, como de costume. Em circunstâncias normais, o órgão transferiria o valor para as contas dos investidores com pagamento previsto para o dia seguinte. No entanto, em função da retaliação de Moscou a sanções impostas pelo Ocidente por causa da invasão da Ucrânia por forças russas, o dinheiro está bloqueado, criando as condições para o primeiro calote da Rússia em mais de duas décadas.

Nesta semana, o banco central russo impediu depositários e cartórios de fazer pagamentos a clientes estrangeiros. A última vez em que a Rússia não honrou um pagamento de bônus foi em agosto de 1998. Fonte: Dow Jones Newswires.