Mundo

Rússia considera novas sanções ocidentais ‘absolutamente inaceitáveis’

Rússia considera novas sanções ocidentais ‘absolutamente inaceitáveis’

O opositor russo Alexei Navalny - AFP/Arquivos


O Kremlin classificou nesta quarta-feira (3) de “totalmente inaceitáveis” as novas sanções adotadas pela União Europeia e pelos Estados Unidos contra autoridades russas pelo envenenamento e os processos judiciais contra o opositor Alexei Navalny.

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, considerou que estas sanções “prejudicam de maneira considerável relações já lamentáveis” entre a Rússia e os países ocidentais devido a importantes divergências em temas da atualidade internacional, acusações de interferência eleitoral, espionagem e ciberataques.

“Consideramos que estas restrições são absolutamente inaceitáveis”, disse Peskov, que também se declarou “perplexo com decisões tão absurdas e injustificáveis”.

“Isto é apenas uma interferência a mais nos assuntos internos russos”, disse.

Além disso, o porta-voz considerou “escandalosas” as acusações contra os Serviços de Segurança da Rússia (FSB) que, segundo os Estados Unidos, seriam responsáveis pelo envenenamento de Navalny.


+ Mulher é presa por não devolver R$ 6,8 milhões que recebeu por engano
+ Família de Schumacher coloca mansão à venda por R$ 400 milhões
+ Pentágono confirma que vídeo com OVNIs em forma de pirâmide é autêntico



“Podemos apenas expressar nosso descontentamento quando vemos que nossos detratores recorrem a métodos semelhantes, que têm um efeito destrutivo nas relações bilaterais”, disse o porta-voz, antes de alertar que a Rússia responderá às sanções “da maneira que corresponda de melhor maneira aos interesses do país”.

O governo dos Estados Unidos anunciou na terça-feira sanções contra sete altos funcionários russos, entre eles o diretor do FSB Alexander Bortnikov, o diretor do serviço penitenciário Alexander Kalashnikov, o procurador-geral Igor Krasnov e um grande colaborador do presidente Vladimir Putin, Serguei Kiriyenko.

Na segunda-feira, a União Europeia formalizou sanções contra quatro altos funcionários russos.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS