Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

ROMA, 30 JUN (ANSA) – As Forças Armadas da Rússia anunciaram nesta quinta-feira (30) sua retirada da Ilha das Serpentes, local estratégico pertencente à Ucrânia no Mar Negro.   

De acordo com Moscou, a medida tem como objetivo não atrapalhar os esforços da ONU para liberar a exportação de grãos da Ucrânia. “Em 30 de junho, em sinal de boa vontade, as Forças Armadas concluíram seus deveres na Ilha das Serpentes e retiraram a guarnição no local”, diz uma nota do Ministério da Defesa russo.   

Por sua vez, Kiev comemorou a “libertação” de um território estratégico e disse que toda a região de Odessa agora está livre do domínio russo.   

“Agradeço aos defensores de Odessa, que fizeram todo o possível para libertar um território estrategicamente importante”, disse no Telegram o chefe das Forças Armadas ucranianas, Valeriy Zalouzhniy.   

O único assentamento habitado da ilha, Bile, já está novamente sob controle da Ucrânia. Apesar da retirada, a Rússia ainda exige a desminagem da costa no Mar Negro para liberar o acesso aos portos ucranianos, que acumulam dezenas de milhões de toneladas de grãos aguardando exportação.   

A Ilha das Cobras se tornou simbólica para a resistência ucraniana por conta da recusa dos guardas que protegiam o local em aceitar as ordens de rendição dadas pela Rússia. Nos últimos dias, a ilha foi alvo de intensos ataques de Kiev para retomar seu controle. (ANSA).